terça-feira, 20 de setembro de 2016

Auguri, bella Sofia Villani Scicolone!


Eis que Sofia Villani Scicolone completa mais uma primavera, esbanjando talento, autenticidade, simpatia e beleza! Em plena atividade (em turnê mundial com um espetáculo solo), a atriz Sophia Loren mostra que a idade não é, de forma alguma, uma barreira para o exercício de sua vocação.

Nascida em Roma, a pequena "stuzzicadenti" (palito de dente) - como era maldosamente apelidada pelos vizinhos e colegas de classe - cresceu em Nápoles, passando por muitas dificuldades: a rejeição paterna, a fome e a guerra. Ainda hoje, Sophia não consegue adormecer sem que haja uma luz, ainda que mínima; a todo instante, ela tem a sensação de que uma bomba explodirá e todos terão que correr para se proteger.

Sophia Loren aos 16 anos de idade 
(ainda como Sofia Villani) desfilando durante 
o concurso Miss Italia 1950. Na ocasião, a eleita
foi Anna Maria Bugliari. 
Sophia ganhou o
título de Miss Eleganza 1950.

Fonte da imagem: listal.com
Outro detalhe que poucos conhecem é que, durante suas tentativas de iniciar a carreira como atriz (estimulada pela mãe, Romilda), Sophia ouviu muitas negativas - a maioria delas, por causa de sua aparência física, que não era bem vista naquela época pelos profissionais do cinema: seus olhos grandes, seu nariz um pouco mais avantajado que o comum e sua forma física não faziam parte dos padrões de beleza exigidos. Além de ser mais magra que a média das "mulheres bonitas", que costumavam ser mais "cheinhas", ela possuía curvas consideradas "desproporcionais" em comparação com sua magreza; naquela época, uma mulher "magra demais" não era considerada bonita. Ademais, seus seios avantajados "destoavam" do resto de seu corpo. Um produtor chegou a dizer que seu nariz chamaria muita atenção na tela e até afirmou que ela era feia! Cá entre nós, alguns anos depois, muitos desses profissionais devem ter se arrependido do que disseram. Sophia foi uma das principais responsáveis pela mudança de conceitos sobre a beleza feminina na metade do século XX. Seus traços fortes e naturais criaram uma verdadeira revolução estética.

Mas, em pouco tempo, Sophia mostrou que não viria somente para apresentar uma nova beleza física. Suas dedicação e disciplina logo chamaram a atenção de muitos diretores - entre eles, aquele que viria a se tornar seu marido, Carlo Ponti, que o descobriu durante o concurso de Miss Italia, em 1950. Ponti sentiu rapidamente sua vocação e a lançou no filme "Africa sotto i mari", dando-lhe o nome artístico Sophia Loren, inspirado na atriz sueca Marta Tóren. Daí em diante, o talento da atriz ficava cada vez mais evidente e começaram a surgir muitas outras oportunidades. Sempre muito expressiva, Loren mostrou o dom de passar do drama à comédia em curtos espaços de tempo - algo que poucos atores conseguem fazer. Isso, sem contar sua disposição para buscar trabalhos, estudar e se aperfeiçoar incessantemente (qualidades preciosas em um profissional).

Logo veio o reconhecimento e Sophia começou a ser indicada a importantes prêmios do cinema internacional. Em 1962, a italiana foi uma das indicadas ao Oscar de Melhor Atriz por sua atuação no filme "La Ciociara". Como não esperava ganhar a estatueta, não compareceu à cerimônia e pediu à amiga, a atriz Greer Garson, que fosse em seu lugar, para representá-la. E Sophia foi a grande vencedora da noite. Quem lhe telefonou, de madrugada, para avisar, foi o ator Cary Grant. Naquela noite, nem Sophia, nem Carlo, nem ninguém mais da família voltou a dormir. O prêmio era inédito: Nunca antes na história do Oscar uma atriz de língua estrangeira havia sido premiada. Mais uma vez, a "stuzzicadenti" rompeu paradigmas.

Hoje, Sophia Loren conta mais de 100 filmes, incluindo algumas dublagens - em versões de seus filmes apresentadas em outros países, dublando a si mesma e na animação "Carros 2", da Disney, como Mama Topolino.

O blog "Sophia... Ieri, Oggi, Domani" presta esta homenagem aos 82 anos desta grande artista e, antes de tudo, uma mulher exemplar, forte, que dá provas de ética, sabedoria e talento até hoje - e continuará nos dando por muitos anos.

Abaixo, estão algumas das postagens já publicadas aqui, onde conto um pouco mais sobre sua carreira e história de vida, além de várias curiosidades sobre a menina Sofia, que hoje é nossa musa: Sophia Loren.

Carmem Toledo
http://culturofagicamente.blogspot.com
http://facebook.com/culturofagia
culturofagia@outlook.com



"De Sofia a Sophia..."
(breve biografia de Sophia Loren)
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/2012/11/de-sofia-sophia-por-carmem-toledo.html

"Filmografia":
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/search/label/Filmografia

"As várias vozes de Sophia"
(as dubladoras brasileiras de Sophia Loren)
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/2012/12/as-varias-vozes-de-sophia.html

"Sophia ed Io"
(sobre o dia em que mandei uma carta a Sophia e tive uma agradável surpresa)
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/search/label/Sophia%20ed%20Io

"Notícias"
(novidades sobre Sophia)
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/search/label/Not%C3%ADcias

"Traduções"
(algumas traduções de entrevistas, matérias e músicas)
http://sophiaierioggidomani.blogspot.com.br/search/label/Tradu%C3%A7%C3%B5es%20de%20Carmem%20Toledo




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...